Entorse Crônico do Tornozelo – Reconstrução Ligamentar

Patologia

O trauma torcional do tornozelo é muito comum no dia a dia, e pode ser desde leve até o tipo mais grave. Após o trauma, deve-se procurar algum serviço de urgência para excluir que não tenha ocorrido alguma tipo de fratura. Em alguns casos, mesmo sem fratura, ocorre a lesão nos ligamentos do

Tratamento Inicial

O tratamento conservador do entorse crônico do tornozelo deve ser cuidadoso. No início a fisioterapia analgésica, associado ao método PRICE, deve ser aplicado para a diminuição do edema e a dor local. Após isso, começa a fisioterapia proprioceptiva para fortalecimento da musculatura do pé e tornozelo. Caso após todos esse tratamento específico não ocorra uma melhora da dor e sensação de estabilidade, pode ser optado pelo tratamento cirúrgico.

Tratamento Cirúrgico

Existem diversos métodos de reconstrução cirúrgica ligamentar do tornozelo. A técnica mais comum empregada foi descrita por Broström, porém modificada por Gould no seu relato inicial, sendo chamada atualmente de Broström-Gould.

Realiza-se uma incisão na região lateral do tornozelo, inserindo na fíbula uma âncora geralmente absorvível, que dela sai fios para a sutura dos ligamentos laterais do tornozelo.

Cuidados pós-operatórios

O paciente sai da cirurgia com uma tala de imobilização. Após 7 a 10 dias, avalia-se a possibilidade da retirada das suturas cirúrgicas. A marcha tem seu início na terceira semana, e na sexta migra-se para o uso do robofoot (bota removível), por mais duas semanas, para proteger as suturas ligamentares. A reabilitação para o esporte é incentivada com o uso de tornozeleira específica e fisioterapia gradual.

Publicado por: Dr. Gabriel Ferraz Ferreira – 30 de Abril de 2018

Dr. Gabriel Ferraz Ferreira – CRM/SP 151.687
Médico Ortopedista e Traumatologista
Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Membro da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé
Mestrando em Ciências da Saúde pelo IAMSPE

4 respostas
    • Gabriel Ferraz
      Gabriel Ferraz says:

      Olá Ivo !

      As lesões ligamentares laterais do tornozelo como talofibular anterior, calcaneofibular ou talofibular posterior são geralmente tratadas sem cirurgia, com reabilitação e propriocepção. Os ligamentos cicatrizam e se não causarem instabilidade ou sensação de falseio, não há a necessidade de procedimento invasivo. No entanto, se o ligamento lesado for da sindesmose (tibiofibular anterior inferior, membrana interóssea, tibiofibular posterior inferior ou ligamento transverso) e tiver instabilidade, há necessidade da fixação cirúrgica.

      Att,

      Dr. Gabriel Ferraz

      Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário para Ivo dos anjos Farinha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *